sexta-feira, 12 de setembro de 2014

BEM ME QUERO


Oi gente. Hoje quero contar pra vocês um pouquinho sobre mim, pois a criação deste blog tem muito a ver com o meu atual estado de espírito. Sou casada, tenho 28 anos e moro em Goiânia. Nessa altura da vida já dá para olhar para trás e entender muita coisa que antes não fazia sentido, porém sinto que há tanto para ser feito. Daí bate aquela aflição: ainda dá tempo?

Dá! Dá tempo sim!!! A gente tem de ser otimista, ter fé. Ainda mais quando se tem aquela sensação de que muitas oportunidades foram perdidas por falta de confiança em si mesma. Sabe esse tal bullying de que falam hoje em dia? Não, não é frescura não. Só quem cresce ouvindo ofensas das mais diversas formas pode entender o estrago que isso provoca em sua autoestima e, por sua vez, na autoconfiança. Se você não ligava pra essas "brincadeiras" na sua infância, que bom pra você. Mas não zombe da dor e do sofrimento alheio. Isso é muito sério!

Falo disso porque a autoestima sempre foi um problema pra mim. Alisei o cabelo por anos tentando ser considerada "bonita" e só me senti realmente linda quando conheci o homem que hoje é meu marido, que, por acaso, gosta de cabelo cacheado. A princípio parei de alisar o cabelo pra agradá-lo. Não foi fácil. Primeiro porque ainda não me sentia bem resolvida quanto a isso, não sabia lidar com o cabelo cacheado, achava mais fácil fazer uma escova do que manter meus cachos definidos, me sentia feia. Depois porque muitos do meu convívio faziam questão de reforçar minha insegurança: "Preferia seu cabelo como era antes". "Por que você não faz uma escova?"

Foi uma luta, mas com o tempo os comentários maldosos diminuíram e os elogios surgiram. Aí os elogios... nunca deixe de elogiar alguém. Isso muda o dia da pessoa. E a minha vida mudou. Confiança, amor próprio, segurança, não há nada que te torne mais linda e, consequentemente, feliz.

A medida que procurei conhecer melhor meu cabelo e entender como tratá-lo, descobri que há diversos blogs e canais no Youtube destinados às cacheadas. Rayza Nicácio, Gill Vianna, Fernanda Chaves e tantas outras meninas lindas que dão dicas sobre cabelo cacheado, o trabalho de vocês não se resume a dicas de beleza. Na verdade são pílulas de autoestima. Amo vocês!

Confesso que ainda tenho muito a trabalhar quanto a minha autoestima, e a criação deste blog, na verdade, faz parte desse processo. Espero que eu e o Di Bobis possamos crescer juntos. Me desculpem pelo texto extenso, mas já estava inquieta pra compartilhar um pouco dessas experiências com vocês. Pretendo abordar mais vezes questões relacionadas a autoestima e aguardo sugestões de vocês sobre temas interessantes a serem discutidos.

Beijo no coração e até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário